Polícia Civil abre inquérito para investigar feminicídio na Barra de Santo Antônio, AL


Testemunhas contaram que Juliana Nascimento, 31 anos, estava com o namorado quando o ex-marido chegou atirando. O namorado foi alvo dos tiros, mas conseguiu escapar. Juliana Nascimento da Silva, 31 anos, assassinada pelo ex-marido na Barra de Santo Antônio
Arquivo pessoal
A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o assassinato de Juliana Nascimento da Silva, 31 anos, na Barra de Santo Antônio, interior de Alagoas, que ocorreu no sábado (2). O principal suspeito do crime é o ex-marido da vítima, que está foragido. O atual namorado de Juliana estava no local, foi alvo dos tiros, mas não foi atingido.
📲 Clique aqui para se inscrever e receber no seu WhatsApp as notícias do g1
O delegado Eduardo Marques, do 19° Distrito Policial, disse ao g1 nesta segunda-feira (4) que os primeiros levantamentos do inquérito já foram feitos, mas não pode passar detalhes para não atrapalhar as investigações.
Juliana tinha cinco filhos, três deles moravam com o pai em São Paulo. Os outros dois vieram com ela para Alagoas. Segundo a família, o homem a ameaçava constantemente.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
Testemunhas contaram que Juliana estava com o namorado quando o ex-marido chegou junto com outro suspeito, fez os disparos e fugiu. Apenas ela foi atingida. O criminoso também disparou contra o namorado, que conseguiu escapar dos tiros.
O enterro de Juliana aconteceu no domingo, na Barra de Santo Antônio.
Assista aos vídeos mais recentes do g1 AL
Veja mais notícias da região no g1 AL

Bookmark the permalink.